WHISKAS BR

Entre uma chave principal abaixo para buscar por artigos e produtos.

[{"text":"Home","url":"\/"},{"text":"Comportamento","url":"\/comportamento"},{"text":"Socializacao e adestramento","url":"\/comportamento\/socializacao-e-adestramento"},{"text":"Como ensinar o gatinho usar caixa de areia","url":""}]

Como ensinar o gatinho a usar a caixa de areia

Uma pessoa utiliza uma pá para jogar no lixo os dejetos de uma caixa de areia.

Uma pessoa utiliza uma pá para jogar no lixo os dejetos de uma caixa de areia.

As idas ao “banheiro” são uma das principais preocupações dos tutores na hora de criar um gato em apartamento ou casa, afinal, ninguém gosta de ver poças de xixi pelos cômodos, não é mesmo? 

Felizmente, usar a caixa de areia é quase que um instinto natural para muitos felinos. Entretanto, alguns podem precisar de um empurrãozinho para entender como ela funciona. Para te ajudar a solucionar esse problema, nós montamos um passo a passo de como treinar o seu gato para fazer as necessidades no lugar certo. Confira! 

1. Escolha a caixa de areia ideal 

Na hora de comprar uma caixa de areia para gatos, deixe de lado a aparência e priorize a funcionalidade: não adianta ter uma caixa linda se o felino não conseguir usá-la corretamente. 

Se o pet encontrar dificuldades na hora de entrar ou sair da caixa, por exemplo, ele vai desistir e fazer as necessidades em outro lugar. Para não ter erro, dê preferência a um recipiente raso, que seja de fácil acesso para ele. 

O tamanho também importa. Se você não pretende gastar dinheiro com isso novamente, opte por uma caixa grande. Assim, o gato poderá utilizar o mesmo item durante todas as fases da vida. E lembre-se: a caixa precisa ser grande o suficiente para que o gato consiga dar uma volta e cavar dentro dela. 

Depois que você encontrar a caixa ideal, escolha um tipo de areia. Existem diversas opções próprias para a higiene dos felinos e com o poder de controlar o odor: 

  • Granulado de argila; 
  • Granulado de areia; 
  • Granulado de madeira; 
  • Sílica. 

Independentemente da sua escolha, a palavra final será sempre do gatinho. A maioria se adapta bem a qualquer um dos materiais acima, mas pode ser que seu pet estranhe a textura ou aroma da marca adquirida. Nesse caso, troque por outra opção e, assim que ele se acostumar com uma alternativa, tente mantê-la.  

2. Coloque a caixa higiênica em um ambiente confortável 

Na hora de decidir onde colocar o “banheiro”, dê preferência para lugares de fácil acesso, mas afastados da cozinha, da cama e dos potes de água e ração, porque o forte odor da urina e das fezes pode fazer com que o gato perca a fome e passe a se alimentar mal. 

Leve em consideração também os cômodos mais tranquilos e quietos da casa, para que o gatinho se sinta confortável ao fazer as necessidades.  

Por fim, evite trocar a caixa de areia de lugar. A mudança quebra a rotina com a qual o gato já está acostumado, fazendo com que ele fique confuso e estressado. 

3. Apresente a caixa para o gato

Chegou a hora de educar o gato para usar a caixa de areia: mostre o objeto para ele e incentive-o a cavar dentro. Nos primeiros dias, lembre-se de colocá-lo na caixa de manhã e depois das refeições, para que ele entenda que aquele é o local certo para fazer as necessidades. 

Se você notar que o gatinho está perdido ou mexendo em almofadas, sofás e outros objetos macios, leve-o para a caixa sanitária imediatamente, pois esse é um forte indício de que ele precisa urinar ou defecar. 

Quando ele acertar, faça um elogio e dê uma recompensa. WHISKAS® possui três sabores deliciosos de petiscos para agradar seu amiguinho e treiná-lo para diferentes comandos! Eles aprendem e recebem amor na mesma medida. <3 

4. Mantenha a caixa limpa

Uma pessoa utiliza uma pá para limpar uma caixa de areia.

Os gatos são muito higiênicos. Por isso, se a caixa estiver suja, eles irão procurar outro lugar para fazer as necessidades. 

Para a limpeza, retire os resíduos da areia todos os dias e troque todo o conteúdo uma vez por semana. Quando for fazer a troca, lave o recipiente com água e sabão neutro. Os gatinhos são sensíveis a aromas, então evite usar materiais de limpeza perfumados. 

5. Atente-se ao comportamento do felino

Se você seguiu todo o guia acima e seu gatinho continua fazendo xixi fora da caixa de areia ou parou de usá-la de um dia para o outro, procure pela causa do problema. Há diversos fatores que influenciam nesse comportamento, como: 

  • Caixa pequena para a movimentação do gato; 
  • Má adaptação ao material utilizado; 
  • Pouca quantidade de areia (os felinos gostam de enterrar os dejetos); 
  • Aromas muito fortes no local; 
  • Bandejas sujas de resíduos; 
  • Barulhos ou movimentos frequentes próximos à caixa sanitária. 

Se o contratempo persistir depois das alterações, marque uma consulta com o veterinário e verifique se o gato possui algum problema que possa estar dificultando a adestração.  


E aí, gostou? Acompanhe nossos posts e confira todas as dicas de como cuidar de um gato com muito amor! 

Compre WHISKAS® a qualquer hora e em qualquer lugar

Procurando por produtos WHISKAS®?
Clique e confira nossas lojas parceiras