WHISKAS BR

Entre uma chave principal abaixo para buscar por artigos e produtos.

[{"text":"Home","url":"\/"},{"text":"Alimentacao","url":"\/alimentacao"},{"text":"Nutricao","url":"\/alimentacao\/nutricao"},{"text":"Tudo o que voce precisa saber sobre alimentacao felina","url":""}]

Tudo o que você precisa saber sobre alimentação felina

Tudo o que você precisa saber sobre alimentação felina

Assim como cuidamos da nossa saúde, precisamos fazer o mesmo com nossos pets. Mas você sabe qual é a quantidade certa de ração a ser servida nas diferentes etapas de vida do gato? Quer saber mais sobre a alimentação natural? O que o gato pode comer ou não? Reunimos aqui essas e outras respostas sobre a alimentação dos bichanos. Começando com eles ainda bebês. <3

Um gato filhote de pelo cinza é alimentado por uma mão branca.

Como alimentar um filhote de gato?

Filhotes de gatos crescem cerca de 15 vezes mais rápidos que bebês humanos. Mesmo assim, todo cuidado com sua alimentação é pouco durante os 12 primeiros meses de vida.Nessa fase eles ainda possuem boca, dentes e estômagos pequenos, pedindo uma dieta com pequenas porções servidas em diferentes momentos, de acordo com as orientações abaixo:

  • De 2 a 3 meses: 4 refeições por dia;
  • De 3 a 6 meses: 3 refeições por dia;
  • A partir de 6 meses: 2 refeições por dia.

Gatos devem manter uma dieta equilibrada entre alimentos secos e úmidos. O ideal é servir comidas pastosas pela manhã e final da tarde, deixando as pequenas porções de ração seca em diferentes momentos desse intervalo.

As diferenças entre alimentos úmidos e secos são as mesmas para filhotes e adultos. Ambos os alimentos são ricos em nutrientes e oferecem benefícios ao pet: a ração úmida contribui para uma melhor hidratação do gato, pois possui maiores concentrações de água. Já a ração seca auxilia na saúde bucal, eliminando parte dos resíduos por meio do atrito entre os grãos e os dentes.

Durante o primeiro ano de vida, a quantidade de ração varia de acordo com a idade do felino. Você pode consultar as porções diárias nas páginas de produtos do nosso site e nas embalagens de ração. Para facilitar, confira o guia alimentar abaixo:

Idade do filhotePorção diária (ração seca)Porção diária (ração seca + úmida)
2 a 3 meses45 a 55 g 25 a 35 g + 1 sachê 
3 a 4 meses 55 a 65 g 35 a 45 g + 1 sachê
4 a 6 meses65 a 70 g 45 a 50 g + 1 sachê
6 a 12 meses 75 g40 a 51 g + 1 sachê

 

Essa rotina deve durar todo primeiro ano de vida do bichano. Se você tiver mais de um gato, precisa separar as comidinhas em potes individuais. Petiscos não devem ser servidos nessa fase de crescimento, só após um ano de vida. 

Um gato cinzento encara uma tigela prateada.

A alimentação dos gatos adultos

O gato já é considerado adulto após seu primeiro ano. Especialistas dizem que uma refeição por dia já funciona bem para a saúde do felino com mais idade, desde que seja uma alimentação rica em vitaminas, nutrientes e proteínas que ele precisa. Dessa maneira você também evita sua obesidade.

Mas quem aí consegue dar somente uma refeição por dia para os gatos?

Você pode manter a média diária de duas alimentações por dia, deixando uma rotina bem ajustada e fixa na vida do felino. Sim, você consegue treinar seu gato para que ela coma na hora certa.

Não precisa deixar grandes quantidades nos potinhos, mesmo se você ficar fora de casa o dia todo. A ração perde o cheiro e deixa de ser crocante, se tornando menos interessante ao felino. Caso isso não seja um impeditivo para o apetite dele, você corre o risco de ter um gato obeso muito em breve. Uma alternativa para resolver esse problema é treinar o gato para comer junto com você, no seu horário de refeição. Levando sempre em consideração se ele não vai passar fome nos intervalos. Gatos não podem ficar longos períodos sem se alimentar. Aí é hora de você pensar em uma nova rotina de alimentação para ele.

A quantidade de alimento que um gato adulto deve consumir durante o dia varia de acordo com seu peso. Para encontrar a porção diária ideal, você também pode consultar o guia alimentar presente nas páginas de produtos e nas embalagens de ração, que informam o seguinte:

Peso do gatoPorção diária (ração seca)Porção diária (ração seca + úmida)
3 a 4 kg45 a 55 g25 a 35 g + 1 sachê
4 a 5 kg55 a 65 g35 a 40 g + 1 sachê
5 a 6 kg65 a 75 g40 a 50 g + 1 sachê

Um gato cinzento bebe água em um tigela transparente.

Quais alimentos naturais são indicados como reforço alimentar dos gatos?

Gatos são essencialmente carnívoros, mas vão curtir variar um pouco sua alimentação com algumas frutas, verduras e legumes que você pode servir eventualmente. Tanto os legumes e verduras quanto as frutas, podem entrar na rotina diária de alimentação dos bichanos como petiscos. Só não abuse muito das frutas, pois elas contêm alto teor de açúcar.

Legumes e verduras

Vamos começar com a lista de alimentos recomendados para eles: chuchu, cenoura, ervilha, abóbora, pepino, alface, feijão verde, batata doce, alcachofra, beterraba, palmito, agrião, mandioquinha, rúcula, salsinha, quiabo.

Frutas

Lembrando que devem ser servidas de forma comedida e sem sementes: morango, mirtilo, melão, melancia, maçã, pêssego, pera, kiwi, caqui, banana, ameixa, romã, manga, figo, goiaba.

Alimentos tóxicos

Por fim, quais alimentos não devem ser servidos aos gatos: laticínios, uva, uva passa, abacate, laranja, limão, tangerina, toranja, cebola, alho, batata crua, tomate.

Compre WHISKAS® a qualquer hora e em qualquer lugar

Procurando por produtos WHISKAS®?
Clique e confira nossas lojas parceiras